maio 19, 2006

calor.sentido

E agora, que o tempo quente escorre pela tua face. Que os beijos que se esperam já se avizinham. Quando sabes que tudo faz sentido, e que o teu percurso foi detalhadamente demarcado por um sábio, ou sábia tontura. Em que te sentes abraçada pela harmonia das pessoas de quem gostas, mesmo sem grande aprofundamento de razões, esquemas ou interesses.
A noite que te convida a estar entre conversas musicais, bebidas doces, corpos expressivos, como a vida que se atropela, quando a tua energia estoira. Aculturas-te de tudo, nunca te limitando a uma ou outra actividade. Quero manter esta abertura, esta vondade de experimentar todas as dimensões sem me perder, ou viciar em nenhuma em particular.
Tudo compõe. Tudo excita e estimula uma mente curiosa e sequiosa de tudo, de ti, de mim. Da experiência de ser. De estar com.
Por favor, faz o favor de esqueceres o ter, parecer, o dever ser ou o poder.

1 comentário:

hl disse...

Com o coração aberto, coragem e fé
assim acredito ser o caminho da vida:) "give me please five minutes of everything" diz uma canção dos "The Gift"
Beijinhos:) acima de tudo segue o teu coração...