dezembro 13, 2005

my.sexual.soul

Antes de me abandonar no exercício de yoga, que espera por mim dentro de alguns minutos, venho aqui atestar, que me apercebi de um foco de mudança meu. Não urgente, porque já tenho vindo a dar atenção a esta área de desenvolvimento nos últimos anos.
Flexibilizando assim, a perspectiva que só os outros necessitam de mudança, de crescimento! Claramente, e usando palavras não minhas "talvez o teu grande desafio para esta vida seja afectivo-sexual". É sim, sem dúvida. Não sei expressar o desejo, e até me esqueço dessa realidade dentro de mim, afunda-se, agoniza-se e depois transponho a "líbido" condensada para actividade, dinâmica e vital, mas sempre com objectos de trabalho, estudo, e vida social não íntima. "É preciso que desarranjes e voltes a arranjar essa área!" porque o potencial expressivo é capaz mesmo de estar embalado. Temo a minha própria intensidade, porque no fundo não a expresso continuamente. Jorra descontroladamente, sou interpretada como...
Olvido a minha sensualidade, porque não sei lidar com as atenções masculinas muito vincadas, muito desejosas, com perseguições. Será que ainda me premeio por falta de confiança na minha auto-imagem física, será que recuso aceitar o lado mais efervescente,i.e. o animal. De facto, receio mostrar o meu corpo, com contornos sensuais acentuados, e esse foi o trabalho que todas as relações intímas têm vindo a provocar em mim. Obrigada. Mas é preciso mais... ;)

2 comentários:

who disse...

humm:)
parece que o freud
(goste-se ou não) dizia qq coisa a esse respeito...
energia sexual sublimada em energia criatividade??:))
quem não se "expressa" no campo afectivo-sexual terá a tendência para sublimar essa energia de outra forma??...


"De facto, receio mostrar o meu corpo..."
quem diria depois de ver uma foto sua de bikini:)))
(talvez seja parte do processo "de "mudança, não?!)

quem sou eu para comentar o post.
...mas admiro a forma "aberta" como fala do assunto.

qinzedias disse...

Respondendo.
"De facto, receio mostrar o meu corpo..." refere-se a bem mais do que usar biquini, e tirar fotos de em moçambique... num contexto perfeitamente adequado, a praia!

Inté.
L.